Uncreated.net - Yorik van Havre & Maíra Zasso architects

architecture for human beings
Pirassununga, Brasil, 2011
Parceiros: Studio Troost
Não construído

51

Este projeto foi elaborado recentemente em parceria com o Studio Troost para a fábrica da cachaça 51, a maior e provavelmente mais famosa produtora de cachaça do mundo. Eles estavam no momento usando vários prédios na cidade, e desejavam um novo prédio que aguparia todas as funções administrativas em um lugar só, perto da unidade de produção principal.

A idéia principal é de criar um diálogo com os reservatórios existentes no terreno da fábrica. Esses reservatórios contem os diferentes ingredientes usados para a elaboração da cachaça e dos produtos derivados. Eles são um marco muito importante na paisagem, e viraram hoje um ponto turístico na cidade.

Propomos também um prédio que seja simbolicamente fortamente associado à marca 51. O número 51 aparece em todo lugar do projeto. O prédio é feito de 6 blocos de 3 pavimentos, conectados por passarelas, dentro de um atrio central. O sistema construtivo é simples, os "cubos" podem ser construidos de várias maneiras, da estrutura metálica à estrutura de concreto clássica, e o átrio tem vãos muito pequenos.

O átrio central conecta tudo no prédio, e é o espaço principal que os visitantes descobrem quando entram. Ele contém um jardim interior, um "boteco de esquina", um museu, e as passarelas usadas para passar de um bloco ao outro. As funções dentro do prédio estão colcadas gradativamente do mais público, perto da entrada, ao mais privado, no terceiro andar.

No terreno, atrás do prédio, estão também um novo estacionamento e um jardim, e um caminho de pedestres que conecta o prédio administrativo à unidade de produção.

This is a project we recently made in collaboration with Studio Troost for the factory of cachaça 51, the largest and probably the most famous cachaça manufacturer worldwide. They are currently spread over several buildings in town and wanted a new building that would gather all administrative functions in one place, close to the main factory facilicy.

The main idea is to create a dialog with the existing reservoirs on the factory site. Those reservoirs contain the different ingredients used to make cachaça and other byproducts. They are a very important mark in the landscape, and have even become a touristic attraction in the city.

We also proposed a building that is symbolically strongly bound to the 51 brand. The number 51 appears everywhere in the project. The building is made of 6 blocks of 3 floors, connected by bridges inside a central atrium. The construction system is simple, the "cubes" can be made with a wide range of techniques, from steelframe to classical concrete structure, and the atrium has very small spans.

The central atrium connects everything in the building, and is the main space that visitors discover when they enter the facility. It has an interior garden, a "street bar", a museum, and all the bridges used to transit from a block to another. The functions inside the building are spread from the most public, right next to the entrance, to the most private, up the third floor.

On the terrain, behind the building, are also a new parking lot and a garden, and a pedestrian path that connects the administrative building to the factory.